Skip Navigation Links Você está em:  

Sala de Imprensa

Notícias

Prefeitura de Búzios cria a Área de Proteção Ambiental do Mangue de Pedras
RSS
Por Ascom em 09/11/2018


A APA foi criada por meio de decreto assinado pelo prefeito André Granado


Nesta sexta-feira (9) foi publicado no Boletim Oficial o decreto nº1059 assinado pelo prefeito André Granado que cria a Área de Proteção Ambiental Mangue de Pedras (APA Mangue de Pedras).  Esta formação geológica compõe um dos 3 exemplares existentes no mundo e está localizada na parte continental do município,  na Praia Gorda, bairro Rasa.


A instituição desta APA é uma antiga aspiração da população local formada por remanescentes de quilombolas e ambientalistas da cidade. A decisão em transformar a área em APA, considerou o aspecto sustentável desta unidade de conservação, prevista no Sistema Nacional de Unidade de Conservação, onde poderão ser exercidas as atividades de visitação, recreação, interpretação, educação e pesquisa científica, além de possibilitar o desenvolvimento do turismo ecológico no interior da APA.


Todas as atividades econômicas sustentáveis, só poderão ser iniciadas, após a criação do plano de manejo participativo, mediante a criação do Conselho Gestor.


A área da APA Mangue de Pedras é de 75 hectares e engloba a Ponta do Pai Vitório e a Praia da Gorda, e com esse ato a Prefeitura de Búzios está assegurando a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica e ecossistemas associados da região das baixadas  litorâneas, bem como recuperar  as áreas degradadas ali existentes. Também manter populações de animais e plantas nativas e oferecer refúgio para espécies migratórias raras, vulneráveis endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e flora nativas; preservar restingas, florestas atlânticas, vegetação xerofítica, cordões arenosos, costões rochosos, formações geológicas notáveis e sítios arqueológicos contidos em seus limites.


Porque o Mangue é tão raro


O que torna os mangues de pedras tão especiais é o fato de não haver rios que levem a água doce para a praia, caso da Gorda. O trabalho é feito pela infiltração de água da chuva na encosta do morro que cerca a praia. Graças ao fenômeno, a região abriga uma vegetação rara de ser encontrada numa praia, com plantas típicas de manguezal.

 

 

 


Valid XHTML 1.0 Transitional

Selo de Acessibilidade - DaSilva

Estrada da Usina, 600 Centro (22) 2633-6000 Desenvolvido por NPI Brasil