Skip Navigation Links Você está em:  

Sala de Imprensa

Notícias

Prefeitura promove ações de prevenção a dengue
RSS
Por Ascom Búzios em 13/01/2014
Há cerca de um mês, a Prefeitura de Búzios, por meio da Secretaria de Saúde e Defesa Civil, vem intensificando as ações de prevenção a dengue no município. Apesar do baixo índice de infestação, indicando que não existe surto na cidade, o trabalho de vigilância acontece, principalmente, para monitorar as áreas que sofreram alagamentos por conta da forte chuva em dezembro. Visitas domiciliares diárias para aplicação de biolarvicidas e controle periódico das localidades onde há focos da doença são algumas das ações realizadas no balneário.

Apesar de não haver mais áreas alagadas, as localidades mais afetadas pela tempestade do dia 18 de dezembro foram mapeadas e o trabalho de monitoramento acontece com visitas periódicas para a verificação da existência de larvas do Aedes Aegypti e possíveis criadouros para a reprodução do mosquito. Os bairros onde houve intensificação do trabalho de prevenção a dengue são: Cem Braças, Manguinhos, Bosque de Geribá, São José, Tucuns, Capão, José Gonçalves, Rasa e Vila Verde.

Historicamente, entre os meses de março e maio, existe um aumento natural dos casos de dengue em todo o país, por conta do calor e do aumento das chuvas, condições ideais para a proliferação do mosquito transmissor da doença.  Contudo, em Búzios, a Prefeitura realiza um trabalho contínuo, durante todo o ano, com 100% de cobertura da municipalidade. Os focos da dengue são combatidos com aplicação de inseticida e biolarvicidas, de casa em casa.

O último Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) realizado, em Búzios, apontou um índice de infestação de 1,3%, estatística que está no limite de normalidade preconizado pelo Ministério da Saúde. Sem óbitos em 2013, o município segue com a situação controlada no começo deste ano: até o momento, a Secretaria de Saúde não registrou nenhuma notificação ou caso confirmado da doença, e para ter um monitoramento contínuo, a Prefeitura vem realizando de quatro a cinco levantamentos anuais. 

De acordo com o supervisor geral da Vigilância Sanitária, Edem Souza da Silva Filho, mais de 80% dos criadouros do mosquito da dengue estão dentro das residências:

“Durante todo o ano, realizamos um trabalho intensivo de contingência da doença. Com aplicação de inseticidas, realizamos a eliminação mecânica dos focos da dengue, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde. Quando encontramos casos suspeitos, fazemos um bloqueio, a partir da área identificada. Na maior parte dos casos, precisamos, também, fazer mais um trabalho de orientação, estimulando a população a participar ativamente desta empreitada contra o mosquito”, disse ele.


Valid XHTML 1.0 Transitional

Selo de Acessibilidade - DaSilva

Estrada da Usina, 600 Centro (22) 2633-6000 Desenvolvido por NPI Brasil