Skip Navigation Links Você está em:  

Sala de Imprensa

Notícias

Prefeitura e Governo do Estado inauguram Centro Especializado de Atendimento à Mulher
RSS
Por Ascom Búzios em 05/09/2013
Representantes do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da Prefeitura de Búzios, da imprensa, de movimentos sociais e da sociedade em geral participaram, na tarde desta quarta-feira, dia 4, da inauguração do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) de Búzios. Construído para ser um espaço de acolhimento das mulheres vítimas de violência, o Centro está instalado na Rua São Paulo, nº 17, bairro de Manguinhos, e possui uma equipe multidisciplinar, constituída por advogada, psicóloga e assistente social, que fará o trabalho de resgate da cidadania das usuárias e familiares.    

De acordo com dados do Governo do Estado do Rio de Janeiro, o CEAM de Búzios é o sétimo instalado na região. Desde 2007, quando foi lançado o Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, seis municípios da Baixada Litorânea ganharam centros de acolhimento de vítimas da violência: Cabo Frio (que possui dois centros), Araruama, Saquarema, Silva Jardim, Rio das Ostras e, agora, Armação dos Búzios.

Ainda segundo a última estatística do Estado, quase 60% das situações de violência relatadas pelas vítimas ocorrem com uma freqüência diária e mais de 50% das vítimas correm risco de morrer devido à gravidade dos ferimentos. Através de apoio, informação e orientação nas áreas psicossocial e jurídica, com a promoção de atividades de arterapia, palestras e acolhimento da família, o Centro Especializado objetiva a construção do empoderamento da mulher para que ela possa ressignificar a sua história de vida e romper o ciclo de violência.

Em Búzios, o trabalho será desenvolvido contando, ainda, com parceria com o Hospital Municipal Rodolpho Perissé e com a 127ª Delegacia de Polícia de Búzios, que terão a função de encaminhar as mulheres vítimas de violência para o novo espaço municipal. A partir deste mês, a Prefeitura dará início a campanhas nas escolas e no comércio, alertando a sociedade sobre a importância do CEAM e da Lei Maria da Penha como ferramentas de combate à violência doméstica.

“É um grande exemplo que Búzios está dando para os demais municípios que ainda não possuem um centro como este, em que é feita a prevenção e atua como uma rede de proteção para as mulheres vítimas de violência, ao mesmo tempo em que se realiza uma repressão qualificada desta violência por meio da aplicação da Lei Maria da Penha. O município está de parabéns por enxergar a necessidade de se implantar políticas públicas para mulheres que ainda sofrem as conseqüências da discriminação e preconceito em nosso país”, afirmou o Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Zaqueu Teixeira, destacando que o governo estadual fez todo o treinando das equipes que atuarão no CEAM.

Até a implantação do CEAM nesta quarta-feira, as mulheres buzianas vítimas de violência precisavam recorrer ao atendimento realizado nos centros especializados em Cabo Frio. Com o espaço em Búzios, além de passar a existir um acolhimento mais próximo da população, será possível ao Poder Público traçar o mapa da violência contra as mulheres e elaborar estratégias para extinguir esta realidade.

Durante a cerimônia de inauguração do CEAM, os presentes puderam ouvir o relato emocionado da manicure Renata dos Santos, que sofreu abusos do ex-marido, por cinco anos, até decidir dar um basta ao quadro de violência, mesmo desempregada e com filhos pequenos: “Com muita coragem, saí de casa e rompi este ciclo. Ele já havia ateado fogo em mim e morreria se continuasse a viver daquela forma. Hoje, sou feliz e aconselho a todas as mulheres que sofrem violência a tomarem a atitude de serem felizes também, porque vocês vão conseguir”, disse ela.  

Para a Secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda de Búzios, Claudia Carrilho, o CEAM, junto com a criação da Coordenadoria da Mulher, vem garantir um futuro de esperança e felicidade para as mulheres buzianas:

“Em 17 anos de existência do município, Búzios nunca teve um plano de políticas públicas para as mulheres. No primeiro ano à frente do Executivo, o Prefeito André Granado está investindo em projetos para resgatar a cidadania da população feminina. Queremos que esta casa sirva como porto seguro e lugar de recuperação e resgate da continuidade da vida das mulheres vítimas de todo tipo de agressão”, afirmou ela.




Valid XHTML 1.0 Transitional

Selo de Acessibilidade - DaSilva

Estrada da Usina, 600 Centro (22) 2633-6000 Desenvolvido por NPI Brasil