Skip Navigation Links Você está em:  

Sala de Imprensa

Notícias

Prefeito de Búzios assina termo de adesão da “ODM Brasil”
RSS
Por em 06/02/2014
O Prefeito de Búzios, André Granado, assinou na manhã de quarta-feira, dia 5, na presença da Secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda, Claudia Carrilho, o termo de adesão da ODM – Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - que conta com oito metas estabelecidas pelas Organizações das Nações Unidas (ONU), em 2000.

O I Seminário de Grandes Mudanças na Valorização para Igualdade de Gênero foi realizado no Hotel Atlântico Búzios contou com as palestras “Municipalização ODM”, proferida por Cristina Pinheiro, Coordenadora Estadual dos Objetivos do Milênio e “Grandes Mudanças na Valorização para Igualdade de Gênero”, proferida por Neusa Geraldo Tito, Secretaria Adjunta da Secretaria de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres da Presidência da República.

Segundo o Prefeito, o termo de adesão tem o objetivo de viabilizar apoio para vários projetos de relevância social:

“Parabéns aos organizadores pela iniciativa, mas realizar eventos assim é dever de todo prefeito. O que está se discutindo aqui, hoje, tem importância mundial e Búzios, sendo referência internacional como cidade, não podia ficar de fora”, afirmou ele.

Resposta aos problemas da humanidade – Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio foram definidos no ano de 2000, pela Organização das Nações Unidas (ONU), para dar resposta aos grandes problemas da humanidade questionados por meio de conferências internacionais realizadas na década de 90. Nestas conferências, foram debatidas as preocupações da época sobre meio ambiente, gênero, desrespeito aos direitos humanos e desenvolvimento social.

A partir destes debates, a ONU criou metas com a finalidade de reduzir as desigualdades sociais e melhorar a qualidade de vida das pessoas. A proposta foi endossada por líderes de todas as nações filiadas à ONU por meio de um grande pacto civilizatório, a Declaração do Milênio, que propôs um esforço coletivo pela equidade e justiça social.

Foram definidos oito objetivos, integrados por um conjunto de metas e indicadores, que os países têm de cumprir até 2015: acabar com a fome, oferecer educação básica de qualidade para todos, reduzir a mortalidadeinfantil, melhorar a saúde das gestantes, combater a AIDS, a malária e outras doenças, garantir a qualidade de vida e respeito ao meio ambiente, estabelecer parcerias para o desenvolvimento e promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres, que já começa a ser discutido neste seminário.


Valid XHTML 1.0 Transitional

Selo de Acessibilidade - DaSilva

Estrada da Usina, 600 Centro (22) 2633-6000 Desenvolvido por NPI Brasil